Farmácia Popular

Selo, adesivo e a lista de princípios ativos disponíveis podem ajudar os clientes a identificarem os estabelecimentos

O nome “popular” e a cor vermelha muitas vezes são usados por drogarias privadas para chamar a atenção de clientes, que, por engano, entram nas lojas à procura do programa Farmácia Popular. Mas, nem sempre o estabelecimento é credenciado ao governo e dispõe dos medicamentos gratuitos ou com desconto. No entanto, para que a população aproveite os benefícios do programa, basta prestar atenção em algumas dicas. As peças publicitárias, a lista dos medicamentos fornecidos e regras gerais do programa podem ajudar a identificar se um estabelecimento faz parte do Aqui Tem Farmácia Popular ou não.

Lista de Superpharma com celo Farmácia Polular

  • Farmácia Jaqueline IV
  • Rua 1018 Nº 115 Loja 02 4º Etapa Conj. Ceará
  • 3489.4000
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Jaqueline II
  • Rua Nossa Senhora das Graças, 667 – Pirambú
  • 3281.7373
  • Veja no Mapa
  • Farmácia N.S. Das Dores
  • Av. Bezerra de Menezes, 384 – Otavio Bonfim
  • 3243.3700
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Santa Maria 1
  • Rua José Moreira, 541 Parque Santa Maria
  • 3274.4400
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Realce
  • Av. Jovita Feitosa, 2828 Parquelandia
  • 3287.3373
  • veja no Mapa
  • Farmácia Jaqueline I
  • Av. Sargento Herminio, 3485 – Presidente Kenned
  • 3478.7108
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Drogajack
  • Praça 23 de julho, 12 – Euzébio – Centro
  • 3260.1769
  • Veja no mapa
  • Drogaria Bueno
  • Av. Cel. Virgilio Tavora, 340 – Centro – Itaitinga
  • 3377.1114
  • Veja no Mapa
  • Farmácia da Matriz
  • Rua Jose Fernandes Vieira 141 A – Maranguape
  • 3341.2266
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Viana I
  • Rua Vereador Salustiano Moura, 575 – Cedro – Centro
  • (88)3564.0092
  • Veja no Mapa
  • Farmácia Viana II
  • Av. Nogueira Aciolly, 1626 – Icó – Centro
  • (88)3561.1055
  • Veja no Mapa

“Em setembro, mais de cinco milhões de pessoas foram atendidas no Aqui Tem Farmácia Popular. Desse total, 3,9 milhões retiraram medicamentos gratuitamente. O objetivo do programa é beneficiar cada vez mais brasileiros e ampliar o número de municípios cobertos, principalmente os de extrema pobreza”, afirma o secretário substituto de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Leonardo Paiva. “Para a expansão sustentável do programa é importante que a população conheça seus direitos e saiba identificar uma unidade do programa”, completa.

Atualmente, o programa está presente em 3.368 municípios. São mais de 20 mil estabelecimentos credenciados em todo o país, entre grandes redes e farmácias independentes. O adesivo de estabelecimento credenciado é a primeira marca que deve ser notada por quem procura o programa. O selo holográfico é obrigatório e deve ficar sempre ao lado do caixa. Outro sinalizador importante é o banner, que deve estar exposto na frente do estabelecimento ou perto do caixa. E ainda, é possível procurar por um cartaz que exibe os valores de referência dos medicamentos/fraldas. A peça deve estar visível ao consumidor, que poderá consultar o preço de referência pago pelo Ministério da Saúde, caso necessário.

Além disso, o Ministério da Saúde disponibiliza modelos de outras peças de apoio a serem produzidas opcionalmente pelas empresas credenciadas para a divulgação do programa como flyer, móbile, adesivo para balcão e vitrine. Por ser um programa do Governo Federal, ainda é preciso estar visível outros elementos como: Aqui Tem Farmácia Popular, Saúde Não Tem Preço e as assinaturas oficiais do Sistema Único de Saúde (SUS), do Ministério da Saúde e do Governo Federal.

MEDICAMENTOS – Aação Aqui Tem Farmácia Popular conta com 25 itens, desses, 14 são distribuídos gratuitamente e o restante é vendido com até 90% de desconto. São medicamentos para hipertensão, diabetes, asma, colesterol, osteoporose, glaucoma, rinite, doença de Parkinson, além de contraceptivos e fraldas geriátricas.

É importante lembrar que para a pessoa levar o medicamento para casa, de graça ou com desconto é necessário a apresentação da receita, CPF, um documento com foto e a assinatura no cupom vinculado. Idosos e pessoas com dificuldades de locomoção ficam dispensadas da presença física, podendo o medicamento ser retirado com procuração pública ou particular com reconhecimento de firma. A entrega em domicilio não é permitida dentro do programa. Essas regras devem ser seguidas pelos estabelecimentos participantes. Qualquer ação suspeita pode ser denunciada pelo telefone 136. Em caso de irregularidade, a farmácia será penalizada, podendo ser descredenciada do programa.